Câmara de Assis não vota projeto sobre aumento salarial

A Câmara Municipal de Assis deixou para a próxima legislatura a decisão de aumentar os próprios salários, bem como o do prefeito, vice e secretários de governo. Os dois projetos que aumentariam os salários foram os últimos a serem apresentados na sessão e os parlamentares decidiram retirar os projetos da votação.

Os projetos haviam sido propostos com a assinatura de todos os vereadores. Os reajustes previstos estavam acima da inflação. O salário do prefeito, por exemplo, iria de atuais R$12 mil para quase R$20 mil.





O projeto não poderá mais ser votado este ano por causa do período eleitoral, por isso, um aumento no salario só no ano que vem, se assim os futuros vereadores quiserem. “Achamos melhor não votar isso agora, estamos próximos às eleições”, afirmou o presidente da Câmara da cidade de Assis, Célio Diniz.

Fonte: G1





Deixe seu comentário