Em Assis prédio da prefeitura possui apenas uma porta de entrada

Várias prefeituras da região Centro-Oeste Paulista têm realizado uma força-tarefa para fiscalizar os locais fechados e de grande aglomeração de público quanto aos itens e condições de segurança na cidade de Assis. Os próprios prédios públicos têm sido alvos destas vistorias e na maioria há irregularidades, como é o caso de Assis (SP).

A prefeitura de Assis funciona no mesmo prédio desde década de 70. De lá para cá, poucas mudanças estruturais foram feitas há uma única porta de entrada e saída para funcionários e visitante. Nas escadas para os andares superiores, os corredores são estreitos. Uma reforma está sendo feita no terceiro andar, mas ainda esta longe do ideal para o corpo de bombeiros.

“A legislação da época de construção do prédio não fazia menção às normas de segurança, mas já há um levantamento dos imóveis que precisam de adequação.”, alega o  secretário municipal da Fazenda, Alexsandro Ribeiro.





Já no prédio da Câmara Municipal de Assis, há um exemplo claro de que a preocupação com segurança só surgiu nas construções recentes. Enquanto que no prédio original, onde acontecem as sessões dos vereadores, não há plano de combate contra incêndio e nem saídas de emergências sinalizadas.

Em um anexo construído há pouco mais de dois anos, a estrutura esta toda montada e pronta. Mas como faltam obras no projeto original, o alvará do corpo de bombeiros ainda não foi liberado. “O imóvel não possui laudo de vistoria dos bombeiros devido a um problema em uma ligação de água com o antigo prédio. Mas assim que a obra estiver concluída, será solicitado o alvará”, explica Daniel Alexandre Bueno, procurador geral da Câmara Municipal.

Fonte: G1





Deixe seu comentário