Mercado de trabalho está aquecido em Assis mas falta qualificação

Impulsionado pelo bom momento do país que, atualmente, tem uma taxa de desemprego baixa, em torno de 5,5%, as ofertas de emprego estão em alta em Assis. Nos dois primeiros meses de 2013, o número de vagas foi maior do que o registrado no mesmo período nos dois últimos anos.

A construção civil e setor de serviços são os principais responsáveis por manter o número de contratações em alta. No entanto, Sueli Rezendo Faria fabrica as próprias peças na loja de roupa e as vagas para costureiras existem há dois meses, mas está difícil achar gente para trabalhar. “A falta de mão de obra atrapalha bastante, pois tenho que terceirizar minha mercadoria”, conta a comerciante.





Mas não basta vontade para trabalhar. As vagas sem candidatos existem e, segundo o diretor do Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), falta qualificação para muitos profissionais. “Nos temos um problema entre janeiro e fevereiro que são meses difíceis quando as vagas impulsionadas por dezembro apresentam uma queda”, comenta Marcos Samboni.

Para uma entrada mais fácil no mercado de trabalho, o diretor do PAT orienta que a secretaria de emprego oferece um cadastramento. “Para os desempregados, o PAT oferece um cadastro que permite qualificar profissionais para cerca de 40 vagas que ficam paradas por falta de funcionários capacitados”, completa.

Serviço na cidade de Assis:
PAT Assis
Avenida Armando Salles de Oliveira, 1170, Vila Mercedes

Fonte: G1





Deixe seu comentário