Polícia prende mãe suspeita de torturar filha em Assis

Depois de um ano e dois meses, a polícia prendeu na noite da última segunda-feira (25) em Assis a mãe suspeita de torturar a filha que na época tinha um ano e três meses. O crime foi denunciado em abril do ano passado.

A menina deu entrada no hospital de Assis com várias fraturas pelo corpo e sinais de queimaduras provocadas por bitucas de cigarro.





O bebê, que hoje tem 2 anos e cinco meses, precisou ser engessado até a altura da barriga. Na época, o médico desconfiou da mãe e do padrasto e chamou a polícia. Os dois fugiram e a guarda da criança passou para o pai biológico.

O Ministério Público denunciou a mãe por crime de tortura. Ela foi encontrada na zona rural de Paraguaçu Paulista e encaminhada para Cadeia de Lutécia. Se condenada, a mulher pode pegar até oito anos de prisão. O padrasto continua foragido.

Fonte: G1





Deixe seu comentário