Assis: Secretaria da Educação de SP alerta alunos para vacinas neste fim de ano

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo faz um alerta a jovens de até 24 anos, que podem aproveitar o período de férias escolares para tomar as vacinas necessárias para viagens pelo Brasil e para o exterior. As três doses da vacina contra a hepatite B, por exemplo, são distribuídas gratuitamente na rede pública de saúde.

A hepatite B é considerada uma doença sexualmente transmissível e o principal meio de transmissão é a relação sexual sem uso de preservativo, mas o contágio também pode acontecer atgravés de sangue contaminado e de mãe portadora para o filho. Na maioria dos casos não existem sintomas. Em outros, podem ocorrer fadiga, falta de apetite, enjoo, vômitos, urina escura, pele e olhos amarelados e fezes esbranquiçadas.

Os meios de prevenção são tomar as três doses da vacina, usar preservativos em todas as relações sexuais e não compartilhar objetos de uso pessoal, como lâminas de barbear e depilar, escovas de dente, material de manicure e pedicure.

A vacina é administrada em três doses. A segunda e a terceira doses devem ser tomadas respectivamente após dois e seis meses da primeira aplicação.






Deve tomar a vacina contra febre amarela quem irá viajar para áreas consideradas de risco como os estados do Norte e Centro-Oeste, Minas Gerais, Maranhão e parte da Bahia, do Piauí, do Paraná, do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Em São Paulo, estão na lista os municípios da região de Presidente Prudente, Presidente Venceslau, Araçatuba, Jales, São José do Rio Preto, Barretos, Franca, Ribeirão Preto, Araraquara, Bauru, Marília, guia de Assis, Botucatu, Itapeva e Sorocaba.

Os sintomas mais comuns da doença são febre alta, calafrios, vômitos, dores no corpo, pele e olhos amarelados, sangramentos, fezes cor de ‘borra de café’ e diminuição da urina. O paciente que tomou a vacina há menos de dez anos não precisa ser imunizado. O ideal é que as pessoas sejam vacinadas com pelo menos dez dias de antecedência da viagem.

Quem for viajar para o exterior deve tomar a vacina contra o sarampo. A dose deve ser aplicada 15 dias antes do embarque. Os principais sintomas são febre e manchas avermelhadas pelo corpo, acompanhados ou não de tosse, coriza e conjuntivite. A pessoa que suspeitar que está doente deve procurar imediatamente um posto de saúde e evitar contato com outras pessoas até que receba avaliação médica.

As vacinas contra febre amarela e o sarampo estão disponíveis no SUS, Sistema Único de Saúde, que atendem de segunda a sexta-feira das 8hs às 17hs.

Fonte: G1






Deixe seu comentário