Centro Social de Assis está abandonado

A situação do Centro Social Urbano da cidade de Assis, no interior de São Paulo, aparentemente é de total abandono. O Estado cedeu o espaço ao município, mas de acordo com a lei, a Prefeitura não pode investir em obras no local.

A piscina pública está fechada ao público há três anos. No centro social urbano, há três piscinas sem uso. Infiltrações e problemas na estrutura foram os motivos da interdição na época. Problemas que continuam e impedem o acesso da população ao local.

Segundo Vinícius Simili, Secretário da Educação de Assis, existe um termo de condicionamento do estado para o município de Assis, para o Centro Social. “O município é responsável pela manutenção, mas esse termo nos impede de fazer uma obra de grande vulto”, completa.






Mesmo fechada ao público desde 2009, a manutenção da piscina durante estes 3 anos já custou mais de R$ 50 mil à Prefeitura. A limpeza é feita todos os dias. Além disso, esta é a única piscina da região com dimensões olímpicas e poderia ser local de treinamento e competições para nadadores.

O Secretário explica que a manutenção diária é necessária para não causar mais prejuízos à estrutura da piscina. Ele ainda diz que espera que em breve, o imbróglio envolvendo a responsabilidade do centro social urbano seja resolvido.

“Isso seria importantíssimo para cidade,a piscina de uso público facilitaria nossas ações”, afirma Vinícius. O processo se desenrola desde 2006 e segundo o Secretário, um resultado deve aparecer no mês de março.

A Casa Civil informou que desconhece a existência de pedido da Prefeitura de Assis. Já a assessoria de imprensa da Secretaria de Esportes do Estado não soube dizer se o Centro Social será doado ao município e nem se obras serão feitas no local.

Fonte: G1






Deixe seu comentário